Portal IFNMG - Intercambistas visitam o Projeto Jaíba Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Intercambistas visitam o Projeto Jaíba

Publicado: Sexta, 29 de Julho de 2016, 17h18 | Última atualização em Sexta, 29 de Julho de 2016, 17h29
imagem sem descrição.

Os franceses Julien Rasse, Vincent Haguette, Josselin Taurignan, Nicola Briand, Maxime Moingt e Rémi Villain, que estão fazendo intercâmbio no IFNMG desde o mês de junho, conheceram o Projeto de Irrigação Jaíba e ficaram impressionados com a estrutura do empreendimento.

A programação do passeio incluiu visitas a uma fazenda de produção de uvas; ao Distrito de Irrigação de Jaíba, onde conheceram todo o processo de irrigação, e à Usina São Judas Tadeu, da empresa Sada Bio-Energia.

De acordo com a bolsita de gestão em Ciência e Tecnologia da Assessoria de Relações Internacionais do IFNMG (Arinter), Gabriella Fonseca, a visita teve como objetivo mostrar o Projeto de Irrigação de Jaíba e conhecer dois locais que utilizam desse sistema na sua produção. “Os intercambistas puderam visualizar na prática conhecimentos adquiridos nos projetos em que eles desenvolvem nos campi do IFNMG”, disse Gabriella, que acompanhou o grupo.

Experiências

O intercambista Julien Rasse percebeu diferenças entre a plantação de uvas aqui no Brasil e a do pai dele na França. “O sistema de plantação é bem diferente”, afirmou o estudante.

Foto 2 Vista ao Projeto Jaíba

Apesar de diferente, o aluno Maxime Moingt aprovou o sistema e destacou que conhecer a plantação de uva, o distrito de irrigação e a plantação de cana foi muito importante. “É a área que eu estudo e é importante conhecer essas plantações aqui”, justificou o intercambista.

O acadêmico de Engenharia Florestal Marcos Aguilar, o auxiliar de Agropecuária Aurélio Marques de Oliveira, o professor e acadêmico de Medicina Veterinária Thiago José Francisco e os professores de Geografia Geraldo Magela Matos e Wânia Silvinha de Oliveira também participaram da visita, que foi realizada no dia 19 de julho.

Internacionalização

O intercâmbio foi possível por meio do Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional do IFNMG em parceria com o Ministério da Agricultura e Floresta da França que prevê a participação dos estrangeiros nos projetos ambientais do IFNMG de acordo com os suas áreas de formação.

O Programa de Mobilidade Acadêmica do IFNMG oferece alimentação, acomodação e atividades de pesquisa e extensão, e o Ministério da Agricultura e Florestas concedeu uma bolsa para custear as passagens aéreas dos alunos franceses. Eles ficam no IFNMG até agosto deste ano.

Fim do conteúdo da página