Portal IFNMG - Projeto de Extensão Amizade Sem Idade: Oportunidade de Construção de Ações e Relações Intergeracionais. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Projeto de Extensão Amizade Sem Idade: Oportunidade de Construção de Ações e Relações Intergeracionais.

Publicado: Quarta, 21 de Fevereiro de 2018, 18h28 | Última atualização em Quarta, 28 de Fevereiro de 2018, 16h29

Uma Ação de Natal realizada por alunos e servidores na a Sociedade Beneficente de Assistência Social, Cultural e Educacional Frei Dimas (mais conhecido como Recanto Frei Dimas), em dezembro de 2016, provocou muitas reflexões e discussões entre os envolvidos na ocasião. Incomodados com a brevidade do evento, um grupo de alunos, junto à Profª. Luara Cristiane Dourado Neves, decidiu discutir e elaborar um projeto que desse uma continuidade às ações realizadas na instituição.

 

As Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s), estabelecimentos antes conhecidos como asilos ou abrigos, como é o caso do Recanto Frei Dimas, configuram um recurso louvável de acolhimento de idosos. Contudo, a institucionalização influencia o bem estar destas pessoas, devido à redução de estímulos sociais causados pelo confinamento.

 

Em virtude deste contexto, em 2017 surgiu a proposta de ação extensionista “Amizade sem Idade”, delineada com o objetivo de promover, por meio de ações individuais e coletivas, a integração social entre idosos institucionalizados do Recanto Frei Dimas e público externo, sobretudo discentes do IFNMG Campus Teófilo Otoni, como possibilidade de motivar o resgate de sua dignidade e auto-estima.

 

Ao longo do ano foi instituída uma agenda de visitas regulares à instituição, realizadas quinzenalmente, as quais possibilitem a criação de laços afetivos legítimos e duradouros. Durante as visitas quinzenais, além de dispensar atenção individualizada aos idosos institucionalizados, são planejadas e realizadas ações coletivas, como roda de conversa, contação de estórias, sessão de cinema, danças, bingos, dentre outras.

 

A Equipe Assistencial e a Direção da instituição apoiaram de modo irrestrito as ações propostas: “a promoção de atividades culturais e de lazer cria oportunidade de integração entre os institucionalizados, que geralmente passam muito tempo entediados com a rotina”, diz Martha Sander, assistente social.

 

Além de alunos do IFNMG, há também voluntários externos, que se apoiaram e se interessaram pela iniciativa. É o caso de Isabella Marques, acadêmica de medicina da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, que até ganhou o título de voluntária mais freqüente às visitas.

 

De maio a novembro de 2017, foram realizadas um total de 15 visitas à instituição e cadastrados cerca de 28 voluntários, sendo a média de freqüência 8 voluntários por visita.

 

Para a Coordenadora do Projeto, Profª Luara Cristiane Dourado Neves, apesar das dificuldades em angariar maior número de voluntários, há satisfação no encaminhamento do projeto: “entendemos que é um compromisso um tanto difícil abrir mão de suas tardes de lazer de sábado, ainda que apenas quinzenalmente. No entanto, os voluntários que permaneceram na agenda de visitas possuem um perfil solidário e sensível, tivemos muita sorte!”.

E você, se interessou pela proposta e quer fazer parte do Projeto? Envie um e-mail para a Coordenadora, Profª Luara: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Veja fotos:

 

 

 

 

 

 

 

  

Fim do conteúdo da página