Portal IFNMG - Campus Avançado Porteirinha promove evento de conscientização acerca do Setembro Azul e Setembro Verde Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
ptenfrdeites
Início do conteúdo da página

Campus Avançado Porteirinha promove evento de conscientização acerca do Setembro Azul e Setembro Verde

Publicado: Sexta, 11 de Outubro de 2019, 15h13 | Última atualização em Segunda, 27 de Janeiro de 2020, 08h50

Setembro foi um mês das causas e das cores no Instituto Federal – Campus Avançado Porteirinha. Após o Setembro Amarelo, momento em que foi discutida a prevenção ao suicídio, a instituição promoveu, na noite do dia 30 de setembro, um evento de conscientização acerca do Setembro Azul e do Setembro Verde.

 

WhatsApp Image 2019 10 08 at 15.14.47

Evento de conscientização acerca do Setembro Azul e Setembro Verde

 

As cores

O azul destaca a causa dos surdos, dando visibilidade à comunidade surda, suas lutas e conquistas, visando uma maior inclusão da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), que é o segundo idioma oficial do Brasil. O azul foi escolhido porque era a cor que os nazistas obrigavam as pessoas com deficiência a utilizarem no braço esquerdo, para identificá-los como inferiores, durante a Segunda Guerra Mundial. De símbolo de opressão, transformou-se em símbolo de luta, pois os oprimidos seguiram mostrando seu valor, seu potencial e suas formas de superar as dificuldades.

Já o Setembro Verde marca a luta pela inclusão das pessoas com deficiência, e é celebrado nacionalmente desde 1982, no dia 21 de setembro. O dia foi escolhido por sua proximidade com a primavera e por ser também o "Dia da Árvore", de forma a assinalar que uma sociedade acessível e inclusiva tem que ser sustentável em todos os aspectos. A cor verde foi escolhida para representar o conceito de florescimento e frutificação dos direitos como processo de consolidação deles, consistindo em uma estratégia de promoção de uma grande campanha que possa destacar, num contexto maior, cada uma das ações que serão realizadas no período.

 

Roda de conversa e dinâmica "Sentindo na pele"

 

WhatsApp Image 2019 10 08 at 14.44.25

Roda de conversa

 

Pensando na importância dos temas e na missão do IFNMG, foi realizada na noite do dia 30 de setembro, uma “Roda de Conversa” intitulada: “Empatia e Inclusão: conhecer para valorizar”, promovida pelo Núcleo de Ações Inclusivas (NAI), por intermédio da Tradutora e Intérprete de Língua de Sinais, Enivan Keles Farias Santos, e contou com a participação da Assistente Social e Secretária-Executiva do Conselho Municipal de Assistência Social, dos Direitos da Pessoa Idosa e dos Direitos da Criança e do Adolescente, além de mãe de criança com deficiência múltipla, Dannielle Alves Cantuario; também estava presente o Pedagogo e Instrutor de Libras da SRE - Janaúba, Fhelipe Tornelly Mendes Gonçalves, assim como a Pedagoga e Supervisora de Ensino na Apae de Porteirinha, Jaqueline Mosier Mendes Faria.

No entanto, antes da roda de conversa, alunos e servidores do IFNMG – Campus Avançado Porteirinha, além de alguns cidadãos da comunidade, foram convidados a participarem da dinâmica “Sentindo na pele” e, para tanto, receberam fitas para vendar os olhos e foram guiados pelos colegas; outros sentaram em cadeiras de rodas e se deslocaram com elas; outros experimentaram usar uma muleta ou ficaram junto com um grupo de surdos que se comunicavam. Essa dinâmica proporcionou aos presentes “sentirem na pele” as dificuldades que as pessoas com necessidades especiais enfrentam no dia a dia.

 

Sem título

Dinâmica "Sentido na pele"

 

Para o Diretor de Ensino do Campus, o professor Wilney Fernando Silva, “de uma forma geral, o evento representou um momento bastante rico e de aprendizagem para todos que participaram, pois, pelos relatos dos presentes, os diálogos sobre as pessoas com deficiência propiciaram uma desconstrução de preconceitos e estimularam o respeito e a empatia às diferenças por meio do conhecimento”.

A programação também contou com uma apresentação de uma música em Libras, apresentada pelos alunos do Curso Básico de Libras, ministrado pelo instrutor Fhelipe Tornelly Mendes Gonçalves, além de vídeos, músicas e outros meios utilizados para sensibilizar e conscientizar os participantes.

Para conferir mais fotos do evento, clique aqui.

Fim do conteúdo da página