Portal IFNMG - Campus Porteirinha terá o primeiro curso técnico integrado ao ensino médio em 2020 Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Campus Porteirinha terá o primeiro curso técnico integrado ao ensino médio em 2020

Publicado: Terça, 01 de Outubro de 2019, 12h02 | Última atualização em Terça, 01 de Outubro de 2019, 13h26

Cursar o ensino médio, gratuitamente, em uma instituição pública de qualidade e, ao mesmo tempo, receber a formação técnica necessária para ingressar em um mercado de trabalho promissor, especialmente na região Norte de Minas: o da produção de energia limpa e sustentável. Duas grandes oportunidades em uma, que serão oferecidas aos jovens de Porteirinha a partir de 2020, com o curso técnico em Eletrotécnica do IFNMG, o primeiro a ser ofertado na cidade de forma integrada ao ensino médio.

O curso é uma das novidades desta edição do Processo Seletivo do IFNMG, que está com inscrições abertas até 31/10, com vagas em vários cursos e cidades. Para a turma que iniciará o técnico em Eletrotécnica no Campus Porteirinha, são 40 vagas. Os candidatos precisam estar concluindo o ensino fundamental neste ano.

O diretor do IFNMG-Campus Avançado Porterinha, professor Pedro Paulo Pereira Brito, comemora mais essa oportunidade que o Instituto vem oferecer aos jovens da região: “Grande parte da população tem no ensino médio integrado não uma possibilidade, mas, sim, a única alternativa para antecipar a sua inserção no mercado de trabalho, a partir da formação profissional de nível técnico. E, nesse aspecto, os jovens da Serra Geral são carentes”.

A formação a ser ofertada aos alunos irá prepará-los para trabalhar com projetos, instalações, operações e manutenções de sistemas eletrônicos, instalações elétricas industriais, prediais e residenciais, equipamentos e instalações elétricas, sistemas de acionamentos elétricos e sistemas de automação industrial. Além disso, o futuro profissional técnico também estará preparado para compreender as tecnologias, avaliar seus impactos sociais, econômicos, políticos e ambientais, bem como para atuar no desenvolvimento de novas tecnologias, no campo da Eletrotécnica, no intuito de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico local e regional.

Pedro Paulo Brito, explica que o curso técnico em Eletrotécnica foi criado para atender os anseios das regiões da Serra Geral. ‘A escolha foi a partir de um amplo processo de diálogo com a comunidade local, realizado por meio de várias consultas públicas, de forma legítima e democrática, tendo como base os Arranjos Produtivos Locais e a Análise Preliminar de Risco”, conta o diretor do Campus.

Com amplo potencial energético solar e eólico, a cidade de Porteirinha e região vêm atraindo o interesse por empreendimentos nessa área, mas a dificuldade em recrutar mão de obra qualificada é um dos desafios para o desenvolvimento do setor, com a instalação de usinas de geração de energia solar (usinas fotovoltaicas) e geração de energia eólica. Nesse sentido, entende-se a demanda por profissionais como os que serão formados no curso técnico em Eletrotécnica do IFNMG. “O egresso vai encontrar um mercado que se amplia cada vez mais com a importância que vem sendo dada à criação de energia limpa e sustentável. Algumas empresas já estão se instalando na região e, com elas, vem a possibilidade de inserção desses egressos no quadro de funcionários”, aponta o professor Pedro Paulo.

Apesar de o momento ser promissor para quem quer apostar no mercado de geração de energia, as oportunidades para o futuro profissional irão além da área industrial, estendendo-se às áreas de serviços e comércio. Ele poderá atuar como empregado de empresas de variados portes. A coordenadora do curso, a professora e engenheira eletricista Lívia de Fátima Silva Mendes, cita exemplos de empresas existentes em Porteirinha  e região que poderão acolher o profissional técnico em Eletrotécnica e, mesmo antes disso, os alunos que precisarão fazer o estágio curricular previsto no curso. São provedores de internet, empresas do ramo da construção civil, empresas que executam projetos e manutenções elétricas e eletrônicas, subestação de energia e, até mesmo, uma mineradora. O futuro técnico também poderá atuar como prestador de serviços autônomo e, ainda, como empreendedor na área de Eletrotécnica.

O curso

Os alunos do curso técnico em Eletrotécnica integrado ao ensino médio terão pela frente três anos de formação, com aulas pela manhã e à tarde, no Campus Avançado Porteirinha, situado na Avenida José Silveira Lopes, nº 429, no Bairro Vila Serranópolis. Ao longo do curso, os alunos estarão envolvidos com conteúdos e atividades relacionados a disciplinas tradicionais do ensino médio, comuns a qualquer escola no país (Base Nacional Comum Curricular), a disciplinas técnicas específicas da área de Eletrotécnica e, ainda, a disciplinas de formação geral, que articulam e integram as discussões do ensino médio e do técnico e favorecem o pensamento crítico do futuro profissional.

Para concluir sua formação e obter o diploma, além de ser aprovado nas disciplinas, o aluno precisará realizar um projeto integrador ou o estágio curricular supervisionado obrigatório. Um projeto integrador é um trabalho que visa, além de sistematizar os conhecimentos adquiridos pelos alunos durante o desenvolvimento do curso, estimular habilidades práticas e profissionais relacionadas ao desempenho da profissão. O aluno poderá iniciar o projeto integrador a partir do início do 2º ano do curso, tendo 80 horas para desenvolver seu projeto, e contará com um professor como orientador. Ao final do 3º ano, o projeto deverá ser apresentado para uma banca examinadora composta por, no mínimo, três avaliadores. O projeto poderá ser desenvolvido individualmente ou em dupla.

Mas o aluno poderá optar pelo estágio curricular supervisionado, com 80 horas, que pode ser remunerado ou não. O estágio deve ser realizado a partir do 2º ano do curso, em entidades públicas ou privadas, conveniadas com o IFNMG. Os estágios serão coordenados pelo professor orientador, mas as atividades exercidas dentro da empresa serão supervisionadas por um responsável técnico dessa empresa.

Para mais informações, os interessados podem consultar a página eletrônica do curso ou encaminhar dúvidas para a coordenadora do curso, pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Processo Seletivo

Para conquistar uma das vagas para o curso técnico em Eletrotécnica do IFNMG-Campus Avançado Porteirinha, é necessário ser aprovado no Processo Seletivo, que está com inscrições abertas até o dia 31/10, somente pela internet. A taxa de inscrição é de R$ 30,00. Mas o IFNMG pode isentar o candidato dessa taxa, caso ele não possa pagá-la em função de sua condição socioeconômica. Para tanto, o candidato deverá comprovar, por meio de sua inscrição no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), renda familiar per capta igual ou inferior a um salário-mínimo e meio. O pedido de isenção da taxa do Processo Seletivo deve ser feito eletronicamente, na mesma página de inscrição, informando o número do NIS (Número de Identificação Social), até o dia 08/10/2019.

O Instituto reserva metade das vagas para estudantes vindos de escolas públicas, parte delas para candidatos de baixa renda, autodeclarados pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência. Da outra metade das vagas, destinadas a quem não estudou todo o ensino médio em escola pública, 5% são reservadas para pessoas com deficiência.

As provas do Processo Seletivo serão aplicadas no dia 08/12/2019. Os candidatos aos cursos técnicos integrados farão prova pela manhã, com 30 questões de múltipla escolha, contemplando as quatro grandes áreas do conhecimento: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais e Ciências Humanas (confira o conteúdo programático). As cidades de prova serão Almenara, Arinos, Diamantina, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, Porteirinha, Salinas, Teófilo Otoni, Japonvar, Manga, São Francisco e Taiobeiras.

Todas as informações sobre o Processo Seletivo para cursos técnicos na modalidade integrado ao ensino médio estão disponíveis no Edital nº 138/2019. Em caso de dúvidas sobre o Processo Seletivo, os candidatos podem entrar em contato com o IFNMG pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Fim do conteúdo da página