Portal IFNMG - Campus Almenara realiza Projeto de Extensão “Anti-Tabagismo” na Unidade Prisional Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Campus Almenara realiza Projeto de Extensão “Anti-Tabagismo” na Unidade Prisional

Publicado: Segunda, 12 de Dezembro de 2016, 18h36 | Última atualização em Segunda, 24 de Julho de 2017, 11h46

1

Alunos do curso Técnico Subsequente em Enfermagem, sob a orientação  e coordenação da médica Rosângela Ferreira Ribeiro, estão desenvolvendo o projeto de extensão “Anti-Tabagismo”na Unidade Prisional de Almenara.

O desenvolvimento de projetos de extensão, no campo da prevenção aos problemas decorrentes do uso de drogas, entre elas, o uso do cigarro, assume grande relevância na atualidade. As ações propostas precisam, no entanto, adequar-se aos novos cenários e desafios impostos pela modernidade.

O projeto de extensão “Anti-Tabagismo” terá como foco, estudo de caso, relacionado ao uso do cigarro na unidade Prisional do Município de Almenara-MG, tendo como objetivo principal a eliminação do tabaco no sistema prisional.

Analisando-se que os principais envolvidos na execução desta ação de extensão são alunos do curso técnico em enfermagem, que tem por finalidade, a formação de profissionais para atuarem em ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação de indivíduos e grupos, intervindo diretamente no processo saúde/doença, articulando-se em diferentes contextos sociais, a fim de possibilitar a melhoria da qualidade de vida dos detentos e também no estreitamento das relações entre o IFNMG e a comunidade local.

3

A presente ação visa inserir o discente do curso técnico em enfermagem em ambiente de socialização, no qual a figura desse profissional faz-se essencial, no caso em questão, na Unidade Prisional, onde a dependência química é um dos fatores que mais influenciam em reincidência de jovens e adultos no crime.

Diante disso, esta proposta de extensão vincula-se a colocar em prática os conhecimentos adquiridos, em ambiente educacional, relacionando-os às mais variadas áreas do conhecimento do profissional de saúde, como análise clínica e psicossocial, identificação de patologia, entre outros.

2

O projeto conta com a formação de grupos de apoio ao dependente químico com equipe multiprofissional: a Médica Dra Rosângela Ferreira Ribeiro, os  Técnicos de Enfermagem e a Assistente Social Lara Ferreira da SEDS, a Psicóloga Naiane Almeida e o Enfermeiro Mileno Mendes da Secretaria Municipal de Saúde, e as discentes do IFNMG:Gerlaine Flôres, Andreza Xavier e Karine Nunes.

Fim do conteúdo da página