Portal IFNMG - Lives do IFNMG no Instagram têm como objetivo promover diálogo e conhecimento Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Lives do IFNMG no Instagram têm como objetivo promover diálogo e conhecimento

Publicado: Quinta, 26 de Março de 2020, 17h08 | Última atualização em Sexta, 27 de Março de 2020, 07h38

Na próxima semana, um novo projeto da Coordenação de Comunicação do IFNMG promete movimentar a conta @ifnmg_oficial no Instagram. Profissionais do Instituto terão a oportunidade de abordar temas de grande relevância junto aos seguidores do Instituto, sobretudo nesse período de distanciamento social. As lives serão realizadas nas segundas, quartas e sextas, às 17 horas, com mediação de servidores do setor de Comunicação do IFNMG.

Nessa primeira rodada de conversas, o mediador será o coordenador do setor de Comunicação, Bráulio Quirino Siffert, que possui formação em Relações Públicas e em Jornalismo. Como idealizador do projeto, Bráulio, defende que por conta do momento atual é fundamental que as pessoas recebam informações sérias e úteis, tanto para lidarem melhor com essa crise quanto para seguirem aprimorando seus conhecimentos. 

“Como o IFNMG possui muitos profissionais especialistas em diferentes áreas do conhecimento, mas está com as aulas suspensas, tivemos essa ideia para trazer esses especialistas para dialogar com a comunidade por meio de uma das principais ferramentas de acesso à informação da atualidade, que é o Instagram”, explica o servidor.

Convidados e temáticas abordadas

Para a semana que vem, a agenda já está fechada. Na segunda, o bate-papo será com a psicóloga Amanda Moreira, servidora do IFNMG-Campus Montes Claros, que abordará a seguinte temática “Quarentena e saúde mental”. Na quarta-feira, o professor do Campus Januária Wellington Silva falará sobre “Google Classroom e videoaulas no Youtube”. Para encerrar a semana, na sexta, o convidado é o professor do Campus Pirapora Danilo Carreiro, conhecido como Dimitra Vulcana, sua personagem drag. Danilo abordará o tema “O que o coronavírus revela sobre o SUS”. 

De acordo com o coordenador do setor de Comunicação, a escolha desses profissionais foi relacionada às temáticas mais relevantes, considerando a atual fase da quarentena. “Com a divulgação da ação, muitos servidores já estão se colocando à disposição, e a ideia é que mesmo depois de passada a crise da pandemia, as lives continuem a ser realizadas”, afirma Bráulio, que ainda destaca: “Essa é uma maneira de utilizarmos a força de trabalho da instituição, que em grande parte está trabalhando remotamente, sem precisar retirar os servidores do isolamento, já que podem participar da live de onde estiverem”. 

O SUS em tempos de coronavírus

O último convidado da semana, Danilo Carreiro, resolveu adiantar um pouco sua temática. Ele, que é formado em Administração e possui mestrado e doutorado em Ciências da Saúde, conta que se interessou pela área da saúde e por estudos epidemiológicos desde a graduação em Administração. O servidor afirma que lives, entrevistas e campanhas que estão sendo promovidas na internet têm sido importantes para as pessoas ficarem em casa, não ficarem entediadas e para saberem o que está acontecendo no Brasil e no mundo. 

“A questão da quarentena é muito importante. Existe um modelo matemático que tem uma estimativa. Quando eu falo uma estimativa quer dizer que não é que irá morrer um milhão de pessoas, mas que poderá morrer um milhão de pessoas caso não sejam feitas as medidas necessárias para a contenção do vírus. É importante que a gente fique em casa mesmo, pois o vírus se propaga de uma forma fácil. A letalidade desse vírus é baixa quase 1% em média, mas se milhões de pessoas forem contaminadas, muitas pessoas poderão vir a óbito. Trata-se de dados que foram divulgados em  artigos que o cientista doutor em virologia Átila Iamarino tem trazido para esclarecer o assunto à população. Realmente é muito importante que a gente fique em casa. Até porque não teremos leitos suficientes para todas as pessoas que precisarem de hospital”, explica o professor. 

Durante a live, Danilo aponta que objetiva mostrar que existe  um processo de precarização do SUS e de outros setores da sociedade. “A Proposta de Emenda à Constituição 95, PEC 95, criou um limite de teto de gastos. Essa PEC também é mais um projeto neoliberal que faz com que governos invistam cada vez menos em setores-chave da sociedade. E o SUS já vem sofrendo um processo de precarização desde antes da PEC 95. Porque a gente sabe um projeto neoliberal tem como objetivo beneficiar o setor de saúde privada e suplementar (planos de saúde). É importante a gente defender o SUS não só agora. Essa luta precisa seguir daqui pra frente. Precisamos revogar essa PEC 95 que coloca o limite de gastos”, defende o professor. 

Quer conversar com Danilo, Amanda e Wellington? Enviar perguntas? Fazer comentários? Então siga o IFNMG no Instagram (@ifnmg_oficial) e fique a postos, às 17h, na segunda, quarta e sexta. Os nossos seguidores são convidados de honra.

Convidados da semana

Fim do conteúdo da página