Portal IFNMG - Nota do IFNMG sobre o Programa Future-se Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Nota do IFNMG sobre o Programa Future-se

Publicado: Sexta, 19 de Julho de 2019, 16h40 | Última atualização em Sexta, 19 de Julho de 2019, 17h06

Reitores de Institutos e Universidades Federais se reuniram nos dias 16 e 17 de julho em Brasília a convite do Ministério da Educação. Na referida reunião, o governo federal apresentou linhas gerais do Programa Future-se, que tem como base a parceria com organizações sociais e o fomento à captação de recursos próprios.

O Ministério da Educação abriu consulta pública sobre o referido Programa até o dia 15 de agosto, por meio do link https://isurvey.cgee.org.br/future-se/

As informações repassadas até o momento são insuficientes para avaliar as alterações propostas pelo novo programa no que tange à implementação das novas diretrizes e os seus desdobramentos, bem como as questões técnicas e aspectos ligados a legislações atuais. 

Nesse sentido, são imprescindíveis uma análise detalhada e um amplo debate, a fim de que as proposições possam ser discutidas com toda a comunidade, oportunizando a participação democrática durante todo o processo. Por isso, o IFNMG defende a ampliação dos prazos para maior compreensão do que está sendo proposto.

O Reitor confirma sua participação na reunião extraordinária do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF) convocada para os dias 31 de julho e 1º de agosto, em Brasília, que terá como pauta exclusiva o Programa Future-se. 

O IFNMG deve permanecer voltado ao cumprimento da sua missão institucional,que consiste em “formar cidadãos por meio da educação profissional, científica e tecnológica contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico,” na perspectiva de atender, principalmente, aqueles que, historicamente, foram alijados de oportunidades educacionais. 

Por fim, o IFNMG reforça seu compromisso com a defesa da educação pública, gratuita, de qualidade, socialmente referenciada e inclusiva, educação esta que constitucionalmente é direito de todos e dever do Estado.

Fim do conteúdo da página