Portal IFNMG - Na primeira formatura do Campus Araçuaí, Lula firma novo compromisso de retornar Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Na primeira formatura do Campus Araçuaí, Lula firma novo compromisso de retornar

Publicado: Terça, 23 de Agosto de 2011, 09h53 | Última atualização em Terça, 23 de Agosto de 2011, 10h23

Lula encerrou a solenidade de formatura com discurso cheio de referências ao respeito e admiração pelo Vale do Jequitinhonha

Cumprindo compromisso assumido no início de 2010, quando inaugurou o Campus Araçuaí, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou à Unidade na última sexta-feira, dia 19, para a formatura das primeiras turmas de cursos técnicos.

 

Como patrono da formatura, Lula entregou os certificados aos 216 formandos dos cursos técnicos em Administração, Agroecologia, Enfermagem e Informática e fez questão de ser fotografado com cada um deles. “Está sendo uma honra. Estou muito feliz por ele ter cumprido a promessa e voltado para nos prestigiar”, disse a formanda do técnico em Enfermagem Aline Leal Gomes.

 

Um momento que, segundo a formanda Cleidenéia Gonçalves Rodrigues, vai ficar marcado para sempre, tanto pela presença ilustre do ex-presidente quanto por celebrar a conquista do diploma do curso técnico em Informática. “Antes eu não sabia nem ligar um computador. Eu achava que não iria conseguir [concluir o curso]”, confessa Cleidenéia, que pretende continuar estudando e tentar concurso público na área.

 

Foi exatamente no início dessa nova jornada – a busca por um bom futuro profissional – que Lula focou parte de seu discurso, encerrando a solenidade de formatura. Lula falou para os formandos e seus convidados, servidores do IFNMG e autoridades que lotaram o Ginásio Poliesportivo do Campus Araçuaí.

 

O ex-presidente reconheceu que muita gente já teve que deixar o Vale do Jequitinhonha para buscar melhores oportunidades em outros lugares do país e até mesmo no exterior, mas garantiu que essa realidade já começa a mudar: “O Brasil está vivendo tempos de prosperidade  e todas as regiões estão sendo beneficiadas, inclusive o Vale do Jequitinhonha”.  E lançou um desafio para os formandos: “Quem sabe vocês não serão parte de uma geração que vai mudar o Vale?”.

 

Para comprovar se suas apostas no futuro do Vale do Jequitinhonha e dos formandos serão concretizadas, Lula firmou um novo compromisso: o de voltar daqui a três anos a Araçuaí. “Vamos tentar reunir todos os que receberam seus diplomas para avaliar o que aconteceu na vida de vocês”. O ex-presidente declarou, ainda, a pretensão de conhecer o IFNMG-Campus Almenara, também situado no Vale do Jequitinhonha.

 

Fator de transformação

 

Segundo Janser Paulo Prates Vieira, formando do curso técnico em Administração, a presença do Campus do IFNMG em Araçuaí já indica que a realidade da região começa a se transformar e os demais moradores da cidade também já reconhecem isso.

 

“A democratização do acesso ao ensino é condição imprescindível para o desenvolvimento de qualquer região, visando à chegada de um futuro sustentável”, defendeu o diretor-geral do Campus Araçuaí, professor Ednaldo Liberato de Oliveira. Ele lembrou que, antes da implantação do Instituto na região, a grande maioria dos jovens não tinha condições de dar prosseguimento aos estudos, pois isso exigiria seguir para centros maiores, como Governador Valadares, Montes Claros e Belo Horizonte.

 

Relembrando uma parte da evolução histórica da educação profissionalizante no Brasil, que nos últimos anos passou por seus capítulos mais significativos, o reitor do IFNMG, professor Paulo César Pinheiro de Azevedo, enfatizou que “essa proposta de oferta educacional visa a acolher, de maneira substancial, um público que, historicamente, foi colocado à margem das políticas de formação para o trabalho”. O reitor enfatizou que, além de fator estratégico para o desenvolvimento nacional, a educação profissionalizante pode ser também compreendia “como um elemento fortalecedor do processo de inserção cidadã para milhões de brasileiros”.

 

As primeiras turmas de cursos técnicos do Campus Araçuaí tiveram como paraninfos os deputados federais Reginaldo Lopes (Informática) e Leonardo Monteiro (Agroecologia), o médico Jean Mark Freire Silva (Enfermagem) e o empresário Joaquim Neres Xavier (Administração).


Mais Fotos

Fim do conteúdo da página