Portal IFNMG - Fórum apresenta propostas para atuação da Rede Federal em Minas Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Fórum apresenta propostas para atuação da Rede Federal em Minas

Publicado: Segunda, 12 de Junho de 2017, 16h00 | Última atualização em Segunda, 12 de Junho de 2017, 16h00
Cerca de 80 servidores dos Institutos Federais de Minas e do Cefet-MG participaram do encontro
imagem sem descrição.

Propostas para sustentabilidade e aprimoramento das ações dos Institutos Federais em Minas Gerais, com foco em oito diferentes áreas. Este foi, em suma, o resultado apresentado na plenária de encerramento do 2º Fórum Mineiro da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, na manhã da última sexta-feira, 9 de junho, em Belo Horizonte. Durante um dia e meio, cerca de 80 profissionais do Cefet-MG, dos Institutos Federais de Minas Gerais (IFMG), do Norte de Minas Gerais (IFNMG), do Sudeste (IFSudeste), do Sul de Minas (IFSuldeMinas) e do Triângulo Mineiro (IFTM) estiveram reunidos para (re)pensar a atuação das instituições frente ao seu propósito e ao atual contexto do país.

DSC 0128 2Os oito grupos de trabalho apresentaram relatórios das discussões promovidas ao longo do encontro e propostas práticas de atuação conjunta em soluções para desafios comuns às instituições. Pesquisa e Pós-Graduação; Administração, Planejamento e Desenvolvimento Institucional; Gestão de Pessoas; Extensão; Ensino; Comunicação; Assessoria Internacional e Assistência Estudantil foram as grandes áreas temáticas trabalhadas.

DSC 0172 2Para o reitor do IFNMG, professor José Ricardo Martins da Silva, esses encontros são fundamentais para estreitar os laços e assim fortalecer os Institutos para enfrentar esses tempos árduos. “Temos que ter ainda mais engajamento, dedicação, eficiência e estabelecermos parcerias para conseguirmos servir bem à comunidade do nosso estado que tanto precisa de nós”, ressaltou o reitor, que aproveitou para anunciar que o Fórum Mineiro da Rede do ano de 2018 será no Norte de Minas Gerais, organizado pelo IFNMG. “Será um prazer recebê-los no calor de nossas Gerais”, completou.

“O tempo para apresentação das conclusões foi restrito, mas sabemos que, ainda mais valiosas do que as pontuações da plenária foram as próprias discussões nos grupos”, pondera o reitor do IFMG, Kléber Gonçalves Glória. Houve, ainda, a assinatura, pelos institutos presentes, do acordo de cooperação para adesão de atas, com vistas a proporcionar mais agilidade aos processos de compra por meio do compartilhamento de atas em vigor.

O reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, lembra que, ao realizarem o primeiro fórum, em 2016, umas das preocupações era em relação à continuidade da proposta, e parabenizou os participantes por terem dado sequência. “Como prosseguir com as ações, frente à realidade de cortes e de redução efetiva dos orçamentos? O grande desafio desse fórum é este e, por isso, somos fortes se estivermos juntos”, ressalta. “Propostas muito boas foram apresentadas aqui”, acrescenta o dirigente.

Para o diretor geral do Cefet-MG, Flávio dos Santos, é fundamental que as instituições estabeleçam suas políticas, nas diversas áreas, com vistas a garantir, cada vez mais, a sua eficiência. Neste sentido, são de grande utilidade iniciativas como o fórum. Kléber Gonçalves Glória encerrou as atividades demonstrando sua gratidão a todos os envolvidos, pela realização do Fórum e, também, dos outros dois eventos conduzidos pelo IFMG no período de 6 a 9 de junho – a 75ª reunião do Conif e a 1ª Fenitec.“Nosso sentimento é de missão cumprida”, afirma.

Além dos servidores que participaram do evento, o encerramento contou com a presença dos reitores dos institutos participantes ou de seus representantes.

DSC 0159 2

Texto: Ascom/IFNMG, com adaptações

Fim do conteúdo da página